Reta final da primeira fase da Libertadores

abril 4, 2013 at 3:03 pm Deixe um comentário

A Libertadores está vendo sua primeira fase se encerrar nas duas próximas semanas. Dos oito grupos, poucas surpresas aconteceram. Quase sempre os dois favoritos confirmaram a classificação, e as oitavas-de-final receberão equipes calejadas como Nacional, Vélez Sarsfield, Boca Juniors, Olímpia e Newell’s Old Boys, além do sexteto de clubes brasileiros, alguns ainda dependendo de resultados que devem vir, dada a superioridade dos clubes locais.

O São Paulo é a principal decepção brasileira até agora na Libertadores. O clube perdeu suas duas partidas em que foi visitante, uma delas para o argentino Arsenal, que apanhou duas vezes por 5 a 2 do Atlético Mineiro, disparado o melhor time da primeira fase. O Tricolor decide hoje seu futuro na Bolívia, em La Paz. Contra a altitude e um futebol mediano do The Strongest, até o empate é positivo, desde que a equipe vença o Galo em Sampa, no longínquo 17 de abril. A derrota praticamente elimina o clube tricampeão do torneio continental.

Outra surpresa desagradável é a quase eliminação do Peñarol, vice-campeão de 2011, diante do Santos. O time uruguaio não deslanchou contra o equatoriano Emelec, o iluminado e quase classificado time da empresa elétrica do Equador. Para se classificar, o time uruguaio precisa golear o Iquique em Montevidéu e torcer por uma vitória do Vélez contra o Emelec, em jogo na Argentina. Não é impossível, mas é difícil a combinação.

Além dos seis brasileiros, prováveis classificados, e dos cinco notáveis relacionados no primeiro parágrafo, devem compor as oitavas-de-final Emelec, Tijuana, Libertad e os colombianos Tolima (de triste memória para o Corinthians) e Santa Fé. As finais devem ser todas de arrepiar, pois sempre há fatores surpeeendentes quando se fala em Libertadores. Tem campo de grama sintética, escudo pra não receber tijolada nas costas ao cobrar escanteio, torcida e time adversários empolgantes, altitude, viagem longa etc. Como as decisões são em duas partidas, uma má jornada pode selar o destino de quem vem impecável até agora, como o Galo mineiro, por exemplo. Pode pintar um duelo entre Galo e São Paulo nas oitavas, com um possível emparelhamento do pior segundo colocado com o melhor primeiro.

O resumo da ópera nos mostra que será um azar danado o time fazer uma boa campanha e ser premiado com um duelo perigoso nas oitavas, mesmo com a última e decisiva partida em casa. Pode pintar um Boca, um São Paulo, um Palmeiras, um Grêmio, um Fluminense e até um Tolima. Só saberemos dos oito confrontos no dia 18 de abril, uma quinta-feira. Até lá dá para esperar pra ver se pinta alguma surpresa, entre elas uma improvável classificação do Peñarol, cinco vezes campeão da América.

Anúncios

Entry filed under: Libertadores da América.

Famigerados estaduais Paulistão finalmente vai começar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


Agenda

abril 2013
S T Q Q S S D
« mar   mar »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Most Recent Posts


%d blogueiros gostam disto: